fbpx

Fazer marketing digital pode parecer complexo e vasto em um primeiro momento, mas com o direcionamento certo é possível colher resultados em tempo hábil para alavancar sua empresa e compartilhar com os colaboradores. Da análise de dados às diferentes abordagens e estratégias de comunicação, o que realmente vai compor o marketing digital de uma marca com sucesso é a execução bem planejada e as metas claras para a equipe. Para ajudar você e sua equipe a se organizarem, separamos abaixo os principais tipos de estratégias de marketing digital:

Estratégias de marketing digital

Assim como a internet evoluiu, também evoluíram os comportamentos dos consumidores e a relação com os produtos e marcas online. Por conta disso, as estratégias de marketing digital deixaram de ser simples “contas de marca no Facebook” ou “sites desatualizados da sua empresa” para uma série de ferramentas, automações e integrações que realmente fazem a diferença. 

Nós listamos abaixo quais são as principais estratégias do mercado atual e adicionamos também alguns cases de sucesso e exemplos para destacar a efetividade.

1- Branding

O conceito de Branding não é novo e nem surgiu com o Marketing Digital. No entanto, essa é uma importante estratégia para posicionamento online. 

Seu objetivo é trabalhar a imagem da marca e seu posicionamento, levando em consideração para isso sua missão, visão, valores, voz da marca e todos os aspectos que a compõem. 

Com isso, a ideia é criar uma conexão emocional com o público consumidor, seja ela consciente ou inconsciente.

Vale destacar que, uma marca para se manter competitiva precisa fazer ajustes de rota ao longo dos anos, tornando a sua solução atualizada para a realidade de mercado, e a sua imagem deve acompanhar essas mudanças. 

Não são só os padrões de uso da internet e comportamento dos consumidores que são alterados, a própria cultura e pensamento geral da sociedade muda com os anos. Por isso, é importante que sua marca esteja alinhada e sempre em dia com esse avanço (muitas vezes incorporado a pautas sociais relevantes). 

Portanto, é preciso fazer um rebranding, uma reconsideração dos posicionamentos de marca, para estabelecer uma melhor forma de comunicação com o público. 

Se a sua marca já está no mercado há algum tempo, talvez seja necessário começar por aí. Vamos aos exemplos:

Rebranding da Skol

Um exemplo icônico que não poderia deixar de ser mencionado de rebranding é o da marca de cerveja Skol.

O padrão de publicidade das marcas de cerveja nos anos 90 seguia um estereótipo voltado para agradar ao público masculino. Relacionando o consumo do produto a momentos de diversão que estavam sempre explorando a imagem do corpo feminino.

Com o passar dos anos, a discussão da objetificação do corpo feminino passou a estar mais em foco. Além disso, o público foi tornando seu consumo mais exigente. E, finalmente,  as marcas de cerveja entenderam as mulheres também como seu público consumidor. Assim, em 2017, a Skol investiu no seu rebranding e lançou no Dia Internacional da Mulher a sua nova cara, com o mote: “Já faz alguns anos que algumas imagens do passado não nos representam mais”.

Para acompanhar esse novo posicionamento, o slogan da marca passou a ser “Redondo é sair do seu passado”. Além disso, a Skol investiu em um logo mais simples, novas embalagens e novos produtos.

As imagens abaixo ilustram bem essa mudança de posicionamento:

Estratégias de Marketing Digital - Rebranding Skol

Case de sucesso de Branding E-Dialog

Vale destacar que nem toda marca para investir no branding como estratégias de marketing digital precisa reformular tudo o que vinha sendo feito até o momento. 

Para marcas que estão começando agora, o mais importante é fazer com que o novo público identifique: 

  • o que você vende;
  • para quem você vende;
  • por que você vende?
  • como você vende;
  • onde você vende.

Além disso, em alguns casos, o branding digital é utilizado para fortalecer a identidade de marca e a sua tradição. Exemplo disso é o posicionamento de marca do Laboratório Melpoejo.

Case de sucesso branding Melpoejo

A empresa atua no mercado nacional há 95 anos com a produção de Funchicórea, usado no tratamento das dispepsias intestinais e suas manifestações, e o Xarope Guaco, que é  indicado como broncodilatador e expectorante. 

A marca se consolidou por meio de mídias tradicionais e das recomendações boca a boca. Quando decidiu entrar no universo online, o trabalho de branding feito constituiu em reforçar sua tradição, com as mães como protagonistas de sua história.

Você pode saber mais sobre o projeto de Branding Digital do Melpoejo e seus resultados atingidos neste case de sucesso aqui.

Inbound Marketing

estratégia de marketing digital inbound

O inbound hoje é o pilar principal do marketing digital.

O Inbound Marketing é o tipo de estratégia de marketing digital ideal para a venda de produtos com ciclos de compra mais longos. 

Essa estratégia foi cunhada pela HubSpot, uma empresa norte-americana com soluções em ferramentas, cursos e serviços de marketing digital. 

O inbound foi desenvolvido como solução para o novo cenário digital, que exigia um melhor relacionamento com os potenciais consumidores e podia alcançar melhores resultados graças às novas ferramentas disponíveis.

A estratégia acompanha o cliente por todo o processo de compra: desde antes dele saber que precisa do seu produto (atração), quando ele começa a pesquisar por soluções do seu ramo (conversão); quando entende melhor do que se trata e como resolve o problema (qualificação) e quando chega espontaneamente até você, sinalizando que precisa de ajuda (venda). 

Além disso, o inbound também fortalece o processo de pós-vendas (fidelização) e estimula o retorno desse cliente, a relação dele com a marca e a potencial divulgação espontânea dos seus produtos e serviços para outras pessoas.

Como o inbound marketing funciona? 

Em essência, o que passa a valer para as estratégias de marketing digital da atualidade é o conteúdo de qualidade. 

O Inbound Marketing também é conhecido como marketing de atração, enquanto o Outbound Marketing é o marketing de convencimento (exemplos tradicionais são anúncios em rádios e outdoors). 

A ideia da atração existe porque  você coloca diversas iscas, na forma de conteúdos, nos seus canais de comunicação. E esses conteúdos ajudam a estimular a comunicação entre a sua marca e os potenciais consumidores (sejam usuários nas redes sociais, sejam leads na sua base de e-mails, sejam clientes acessando um material rico em forma de PDF).

Assim, as pessoas se interessam e se informam cada vez mais pela sua empresa e suas soluções por meio de ebooks, planilhas disponibilizadas gratuitamente, textos de blog relevantes, etc. 

O processo educativo é extremamente relevante no inbound porque ele te ajuda a vender para os clientes certos. 

Com a expansão da internet, ficou muito mais fácil encontrar o seu nicho e seus clientes ideais, por conta disso, você não precisa lidar com consumidores desalinhados e insatisfeitos que não se identificam com a sua marca ou se arrependem de comprar com você.

Por conta disso, o processo de educação e comunicação através de conteúdo para web qualifica melhor os leads e oportunidades para seu time de vendas, reduzindo ruídos, prejuízos (cancelamentos, retornos, reclamações e desperdício de tempo) e aumentando a assertividade das suas campanhas.

O Inbound Marketing engloba inúmeras estratégias e ferramentas diferentes, já falamos bastante sobre ele em outros blogs aqui na E-Dialog. A seguir, iremos tratar de uma sub-área do inbound voltada justamente para um de seus pilares.

Marketing de Conteúdo

estratégia de marketing conteúdo

O marketing de conteúdo é sobre gerar valor através de informações úteis para os usuários.

O marketing de conteúdo consiste na criação de conteúdos informativos e relevantes para o seu público consumidor em diversos canais de relacionamento online. 

Seu principal objetivo é engajar os usuários e potenciais clientes e envolvê-los por meio de uma relação de confiança.

Em geral, ele atua na geração de leads e oportunidades orgânicas, ou seja, sem o uso de verba de anúncios para atrair novas pessoas. 

Atualmente já não se pode pensar em uma marca que se posicione online sem investir nessa estratégia, ela é o feijão com arroz do Marketing Digital. Então, se precisa de um ponto de partida, comece por aqui. 

Faça redes sociais, e-mails, sites e blogs pensando na entrega para o seu público, na experiência e informação que pode proporcionar a ele. 

Uma marca que só veicula preços perde para a concorrência preocupada em sanar as dúvidas do cliente, destacar seus diferenciais e que se preocupa não apenas em vender, mas em fazer a diferença na vida das pessoas.

Você pode fazer isso partindo das dúvidas frequentes dos consumidores, avalie o que eles perguntam nos canais de atendimento e gere conteúdo a partir disso, esclareça e valorize os seus diferenciais, ou potenciais do seu produto e serviço. Assim, vai entregar valor até para os clientes mais exigentes.

Case de sucesso Lazlo

A Lazlo é uma das maiores empresas de aromaterapia do Brasil, que conta com e-commerce, loja física, importações e exportações. Vale destacar que a marca Laszlo, em todas as suas atuações, visa a disseminação de uma educação sobre a Aromaterapia. 

Nesse sentido, mantém um trabalho surpreendente com a Editora Laszlo e o Instituto Laszlo, por exemplo, tendo respectivamente livros educativos sobre temas diversos e também cursos e palestras super interessantes que agregam muito ao conhecimento do público.

Em uma das ações da estratégia de Inbound Marketing com o objetivo de gerar leads qualificados foi feito um material rico com fluxo de 4 emails que consistia em uma espécie de “mini curso”, um “material complementar”, sobre Aromaterapia. 

Sabendo que o público da empresa era engajado em conteúdos educativos sobre a área, esse conteúdo se mostrou muito eficaz para alcançar o objetivo proposto.

Em 3 meses de ação a Lazlo obteve mais de 2400 leads gerados; 68% de taxa de conversão para participação no curso e ainda três vezes mais conversão no e-commerce com os leads gerados pela ação.

Quer saber mais sobre esse caso? Leia o case completo aqui!

SEO

O SEO, Search Engine Optimization (otimização para mecanismos de busca), consiste em escrever conteúdos em uma “arquitetura” que seja melhor rankeada no Google. 

Isso significa produzir textos para o seu site ou blog organizados estrategicamente para que sejam melhor lidos pelos algoritmos do buscador. A finalidade é aparecer em melhores posições do buscador de forma orgânica. 

Afinal, o usuário clica sempre nos primeiros textos que aparecem, então, quanto melhor posicionado, mais acessos seu site terá (com menor investimento).

Vale destacar que o SEO é uma estratégia de marketing digital de longo prazo e é extremamente importante para qualquer negócio que deseja se posicionar online. 

Ao longo do tempo, seu conteúdo se destaca pela estrutura e também pela qualidade da informação que entrega, gerando cada vez mais resultados. 

Com isso, não há necessidade constante de investimento em anúncios, tendo em vista que seu site irá se sobressair de forma orgânica por meio do blog.

O SEO hoje depende de diversos fatores para melhor ranqueamento diante da análise do algoritmo do Google, incluindo boa usabilidade em dispositivos móveis, velocidade de carregamento e experiência do usuário na navegação.

Case de sucesso Team Tex

A Team Tex Brasil é uma filial brasileira do Groupe Team Tex da França que produz cadeiras para automóveis. 

A empresa desejava comercializar seus produtos e fortalecer sua presença na América do Sul, mas por mais que a marca fosse a principal escolha dos consumidores na França, a Team Tex ainda era pouco conhecida no Brasil. 

Assim, o principal objetivo da estratégia de marketing digital era fazer com que a marca ganhasse relevância e conquistasse a preferência dos pais de crianças e, além disso, oferecesse conteúdo educativo sobre a escolha da melhor cadeira para auto.

Com a construção de um blog completo, com artigos de fácil leitura e que fossem capazes de sanar as dúvidas dos potenciais clientes da Team Tex, a marca chegou aos seguintes resultados:

  • Diversos blogs na posição zero do Google. 
  • mais de 80% das páginas mais acessadas do site são de conteúdo de blog; 
  • mais de 33 mil visitas para o site em um único mês;
  • 64% dos acessos totais chegam por meio de busca orgânica.

Ou seja, a marca alcançou um reconhecimento no Brasil e não depende tanto de anúncios para atrair o público consumidor para seus canais de comunicação.

Quer saber mais sobre como fizemos isso? Leia o case completo aqui!

Estratégias de anúncios para marketing digital

Os anúncios são uma parte importante do marketing, já que atraem públicos em diferentes etapas da jornada de compra.

Uma das partes do marketing digital mais relevantes para resultados a curto prazo é o uso de mídia paga, os anúncios, para movimentar oportunidades e vendas.

Os anúncios podem ser feitos no Google Ads, no Facebook Ads e em diferentes redes sociais e plataformas, incluindo Tik Tok, Spotify e YouTube, mas tudo depende da sua persona e do seu objetivo. 

Para estratégias de topo de funil, voltadas para percepção de marca, divulgação de novos produtos e soluções, fortalecimento da base de leads e outras estratégias desse tipo, o ideal é uma rede como o Facebook Ads (que também exibe anúncios no Instagram). 

Já para estratégias de fundo de funil, voltadas para conversão imediata ou geração de oportunidades para o time de vendas com leads inbound, o ideal é usar o Google Ads, visto que você se posiciona numa plataforma que exibe resultados para pessoas já buscando soluções.

Por exemplo: se a sua empresa de limpeza externa de vidros de prédios está lançando um novo serviço, a melhor maneira de atrair novos interessados é usar anúncios no Facebook Ads, já que as pessoas não irão comprar aquilo que não conhecem. Esses anúncios educam os novos consumidores em potencial.

Mas, enquanto isso, sua empresa de limpeza externa de vidros de prédios também precisa de clientes para o serviço principal. Para isso, ela anuncia no Google Ads usando as palavras-chave com melhor volume e custo por cliques. 

Assim, da mesma forma que divulga uma nova solução e fomenta uma nova base de leads, também gera oportunidades para um serviço já realizado e tem receita a curto prazo e médio-longo prazo.

Estratégias de Marketing Digital: qual usar?

Você acabou de conhecer quatro importantes estratégias de marketing digital. No entanto, não são essas as únicas existentes nem são todas obrigatórias.

Cada empresa tem um público específico, um produto ou serviço específico e, portanto, terá uma maneira distinta de realizar o marketing digital.

É necessário estudar e entender melhor onde estão seus potenciais clientes, qual o comportamento deles na internet para, a partir daí, planejar e executar as ações que melhor se comuniquem com eles.

O marketing digital é uma área ampla e extremamente técnica. Agora, longe de apenas fazer anúncios de preços, é necessário saber falar da maneira correta com seus clientes e seu público. Sua empresa está pronta para isso?

Caso queira realizar uma avaliação técnica da saúde da sua empresa, fale com nossos especialistas e peça um diagnóstico gratuito

 

Letícia Fernandes, Produtora de Conteúdo na E-Dialog

Texto escrito por Letícia Fernandes, Analista de Marketing Digital na E-Dialog

Jornalista, apaixonada por viagens, livros, filmes de romance e cachorro-quente!

Quer se aprofundar em Marketing