fbpx

Quer começar seu ano em dia com as principais oportunidades e mudanças no cenário digital? Separamos neste artigo as principais tendências de marketing digital para 2022 e adicionamos alguns materiais complementares que podem ser bem úteis. Confira:

10 tendências de marketing digital para 2022

1. Busca orgânica: Monitore os Core Updates do Google e EAT

EAT vem da sigla em inglês “Expertise, Authoritativeness and Trust” (expertise, autoridade e confiança em tradução livre), e faz parte das diretrizes de avaliação de qualidade do Google para resultados em buscas. 

Somado ao EAT estão as Core Updates do algoritmo que já explicamos em outro artigo (clique aqui para ler). 

E qual será a grande diferença de 2022 para os anos anteriores? Bem, a verdade é que os impactos dos Core Updates serão cada vez mais relevantes no ranqueamento, e focar no EAT pode ajudar muitas empresas na geração de resultados. 

Para quem ainda não fez as adequações necessárias para as atualizações de 2021, um bom passo é começar por aí e criar uma estrutura para não perder as próximas mudanças.

No geral, conteúdo de qualidade, com profundidade e uma boa experiência para o usuário continuam sendo os pilares para o Google. 

2. Busca orgânica: Encontre oportunidades nos SERPs

As páginas de resultados dos mecanismos de buscas (SERPs em inglês) sempre estão em mudança para oferecer aos usuários a melhor experiência quando pesquisam algo. 

E os profissionais precisam estar atentos às mudanças para garantir que o conteúdo apresentado corresponda às expectativas geradas.

Você pode ver neste artigo aqui, por exemplo, como ranquear para um Featured Snippet (chamado de posição 0 no Google) e como isso pode trazer resultados positivos para seu resultado orgânico.

Os outros displays do Google e da Microsoft (no Bing) vêm se mostrando igualmente valiosos para geração de bons leads qualificados, já que a associação de resultado imediato no mecanismo de busca somado a um conteúdo profundo dentro dos sites atrai usuários com interesse genuíno nas soluções oferecidas pelas empresas.

tendências de marketing digital para 2022 banner

3. Busca orgânica: A pesquisa por voz gera expectativas, mas não afeta todos os negócios igualmente

Uma pesquisa realizada em 2014 anunciava que, até 2020, 50% de todas as pesquisas seriam por voz. 

2020 veio, passou, e não esse valor absoluto não foi alcançado. Isso não quer dizer que a pesquisa por voz deu errado ou viu encolhimento na adesão. A realidade é um pouco mais equilibrada entre os dois cenários: a pesquisa por voz cresce, mas não no ritmo imaginado.

Com a adesão cada vez maior dos assistentes por voz, veremos mais pessoas usando a pesquisa por voz regularmente, mas dos dois cenários possíveis para realização da busca, apenas um afeta os algoritmos:

  1. Quando um usuário usa o comando de voz na barra de pesquisa ao invés de digitar, isso é tratado como pesquisa normal e vai para o Google Search Console;
  2. Quando um usuário usa o assistente por voz como Google Home ou Amazon Alexa, essas pesquisas não passam pelo Search Console e não dependem de SEO.

Ou seja, ainda que os negócios devam prestar atenção às mudanças de comportamento causadas pelos comandos por voz, é necessário entender a distinção no tipo de buscas realizadas – e para isso será importante analisar os dados gerados no seu Analytics.

Se você quer saber mais sobre as pesquisas de voz e como ranquear melhor para esses resultados, leia este artigo aqui.

4. Busca Paga: Use a opção de machine learning com cuidado

Ainda que muitas pesquisas mostrem que a maioria das empresas não usa machine learning (máquinas que aprendem sozinhas com os dados disponíveis), muitas podem estar usando esse serviço de maneira terceirizada.

Um exemplo disso é o Google Ads. 

Sempre que você ver um Smart associado a um serviço do Google, pode saber que eles estão vinculando algum tipo de machine learning ao processo. 

Por exemplo: os Smart Goals (Objetivos Inteligentes) no Analytics escolhem qual o melhor e mais positivo resultado de marketing sem depender da especificação de um profissional de marketing – o que é preferível na vasta maioria dos casos (para não bater o martelo e dizer todos)

Por outro lado, as Smart Campaigns (Campanhas Inteligentes) no Google Ads foram introduzidas para simplificar o processo de gerenciamento da plataforma de anúncios para pequenas empresas.

Ainda assim, existem inúmeros problemas ao reduzir as análises e controles manuais das campanhas. 

E o Google sabe disso, tanto que vem fazendo mudanças no Smart Bidding (Leilão Inteligente), mas não chegamos ainda em um ponto em que podemos falar com segurança que o uso do machine learning sozinho é suficiente. 

Por isso, uma das tendências de marketing digital para 2022 é de que, ainda que o machine learning no Google Ads seja um grande auxílio, vale investir na especialização dos responsáveis pela ferramenta para você saber como tirar os melhores resultados dos anúncios.

5. Testes de otimização de anúncios ficarão mais sofisticados

Mais de dois terços dos orçamentos para anúncios vão para o Facebook e para o Google – e a adesão dessas plataformas não para de crescer. 

Mas uma pesquisa do Boston Consulting Group mostrou que menos de 10% dos profissionais de marketing podem prever com precisão o impacto de uma mudança de 10% nos gastos em anúncios. 

Ou seja, ainda que a vasta maioria dos profissionais utilizem as plataformas, eles não sabem desbloquear todo o potencial dos anúncios.

E entender o impacto da otimização de criativos no Facebook e no Google é fundamental para garantir os melhores cliques e conversões. 

Um anúncio no Facebook, por exemplo, pode aparecer em muitas posições diferentes (feed, anúncios, stories, vídeos etc.) e entender onde seus potenciais consumidores mais clicam ajuda a concentrar a maior parte da sua verba nesses canais. 

6. Plataformas de vídeo como Tik Tok e os Reels ficarão ainda mais fortes

Houve aumento significativo de uso das redes sociais durante a pandemia do COVID-19, mas enquanto alguns impactos foram momentâneos (tempo de uso), outros vieram para ficar (formato de conteúdo consumido) e fazem parte das tendências de marketing digital para 2022.

O Tik Tok tem afetado enormemente o modo de consumo de informação na internet como um todo, e algumas empresas já fazem mudanças para encarar essa tendência de frente. 

O Instagram sinalizou que irá desenvolver mudanças cada vez mais intensas no seu layout para que a experiência dos usuários seja voltada ao consumo de vídeos – e não mais fotos. 

Então, se você ainda não começou a pensar em como desenvolver campanhas de vídeo para suas redes sociais, saiba que ainda tem tempo, mas a chance de uma adoção mais precoce para colher melhores resultados está indo embora. 

E para essas redes sociais, lembre-se do seguinte: o que vale é conteúdo de qualidade que dialogue com seus potenciais clientes de maneira direta. Você não precisa, por exemplo, aderir às dancinhas do Tik Tok para produzir conteúdo de qualidade na plataforma. Pode, no lugar, usar o formato de vídeo-resposta ou dueto para levar informação relevante.

7. Plataformas de mensagem trarão novas oportunidades

Em nosso artigo sobre Marketing de Comunidade, explicamos como o fomento a grupos de clientes da sua marca pode trazer inúmeros benefícios a longo prazo. Em especial para empresas que trabalham com serviços recorrentes ou produtos de alta complexidade (motos de luxo, por exemplo). 

Saber como tirar o melhor de ferramentas como WhatsApp, Messenger e Telegram pode abrir novas oportunidades na re-venda ou até mesmo na geração de mais oportunidades. 

Por exemplo: para os usuários que se cadastrarem em determina landing page, podem chegar ofertas ou condições específicas do seu produto mais valioso por mensagem, no momento em que saírem as condições. 

E para quem quer tirar dúvidas ou debater os benefícios de algum aspecto do seu software, um grupo no Telegram com discussões por tópicos e notificações sobre as atualizações auxilia a encontrar erros e reclamações num primeiro estágio, possibilitando uma resolução de problemas mais ágil. 

8. 2022 trará maiores impactos da LGPD nas campanhas de marketing

Se você ainda não sabe o que é a LGPD, temos más notícias, suas campanhas estão desatualizadas. Mas isso não é motivo para desespero. Preparamos um artigo especial sobre a Lei Geral de Proteção de Dados aqui.

Em resumo: a LGPD afeta como as empresas podem coletar, armazenar, distribuir e utilizar os dados dos usuários. 

E isso vai desde a coleta de informações como nome e e-mail em landing pages até os dados de CPF, cartões de crédito e outras informações pessoais mais sensíveis – incluindo a segurança para lidar com esse banco de dados. 

Caso a sua empresa tenha feito o básico para adequação à LGPD, talvez seja hora de pensar em uma estruturação de segurança mais robusta. E se você ainda não deu nem sequer o primeiro passo, vale ressaltar que multas pelo descumprimento da lei já estão sendo aplicadas e a sua empresa está vulnerável. 

9: Garanta que sua comunicação visual se encaixe com as principais tendências

Mais do que criar um bom conteúdo, é necessário apresentar esse material de maneira dinâmica e eficiente. 

As pessoas são bombardeadas de informação digital ao longo do dia, e ressaltar visualmente a sua marca continua sendo fundamental. Mas quais são as principais tendências em comunicação visual para 2022? Podemos destacar alguns pontos importantes:

  1. Visualização interativa de dados;
  2. Imagens de fundo fortes;
  3. Ilustrações e itens coloridos;
  4. Fontes serifadas;
  5. Memes de marca – onde for adequado;
  6. Citações;
  7. Screenshots de provas sociais. 

A Venngage tem o artigo completo sobre o assunto em inglês, mas você pode tirar como base os itens destacados acima. 

10: Ter uma equipe de marketing qualificada será fator decisivo para muitas empresas

A gente sabe que não dá para fazer tudo sozinho. Por isso, ter uma equipe qualificada para auxiliar na estruturação das campanhas de marketing é fundamental, do estudo e definição de personas a criação de landing pages, peças gráficas para anúncios e publicações em blog, é quase humanamente impossível para um profissional sozinho lidar com tudo.

Por isso, deve-se investir cada vez mais em equipes de marketing qualificadas, sejam elas internas ou terceirizadas. 

E a terceirização das empresas de marketing tem ocorrido em peso. 2020, mesmo com os impactos negativos causados pela pandemia no aspecto econômico, viu um aumento de demanda por agências de marketing qualificadas. 

Quer saber se a sua empresa está no momento certo de contratar uma agência? Faça o nosso teste!

E se você quer que sua empresa esteja preparada para as tendências de marketing digital para 2022, não deixe de acompanhar nossas redes sociais. Você também pode se inscrever em nossa newsletter para receber dicas diretamente no seu e-mail!

Quer se aprofundar em Marketing