(11) 2391-2275 - (21) 2391-7727 - (31) 2595-0730 - (32) 3026-2640 - Whatsapp: (11) 97352-2675 digital@edialog.com.br
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Avalie)
Loading...

Duas das redes sociais mais populares, o Twitter e o Facebook são cada vez mais utilizadas pelos brasileiros e também pelas empresas em perfis institucionais e Fan Pages. As duas redes têm algumas semelhanças, como por exemplo, a função de atualização de status. Então, o que postar em cada uma?

As semelhanças entre o Twitter e o Facebook, quando pensamos em compartilhar links, opiniões e pensamentos são muitas e talvez por isso um dos aplicativos mais utilizados seja a publicação automática, no Facebook, de todos os seus tweets. Mas será que isso realmente vale a pena ou é apenas mais uma forma de manter uma rede social sem um objetivo realmente definido?

É interessante observar que a atividade e o troca-troca de dados no universo do Facebook tem um ritmo bem diferente do Twitter. As pessoas tendem a acessar com menor freqüência. Você se comunica com uma rede de contatos mais seletiva e compartilha vídeos, comenta fotos, eventos, participa de jogos e aplicativos.

Já no caso do Twitter, as atividades são bem mais imediatas. A informação dada em pílulas de 140 caracteres desenvolveu no usuário uma leitura dinâmica e seletiva de conteúdo postado por um público muito mais amplo. Além disso, os “twitteiros” estão online a todo o tempo aguardando por novidades.

Por isso, embora os dois partam do mesmo princípio de atualização de status, os objetivos podem ser diferentes e a pessoa que lê seu Twitter, provavelmente, não gostaria de ler a mesma coisa no Facebook. O aplicativo de redirecionar tweets  pode não ser tão interessante assim, apesar de prático.

Não é questão de condenar o aplicativo. Ele pode ser uma ótima maneira de movimentar sua Fan Page ou perfil. Porém, conciliar esse movimento com posts e links planejados exclusivamente para cada mídia e público pode ser a melhor opção. Um bom planejamento para complementar as duas formas de atualização é o ideal. Afinal, o relacionamento e o diálogo movem as redes sociais. Seu Facebook deve ter conteúdo para isso e não ser apenas uma repetição de seu Twitter.