(11) 2391-2275 - (21) 2391-7727 - (31) 2595-0730 - (32) 3026-2640 - Whatsapp: (11) 97352-2675 digital@edialog.com.br
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Avalie)
Loading...

Presenciamos em 2010, no Brasil, a consolidação das redes sociais como ferramentas de Comunicação, principalmente por parte de empresas. O ano foi de intensa movimentação, graças ao crescimento de sites como Twitter e Facebook. 2010 também marca a decadência da rede mais popular até então: o Orkut (que ainda mantem a liderança). Qual é a projeção para o próximo ano, qual será a próxima onda?

Para entender o que vem por aí, é necessária uma análise mais aprofundada do ano.

No maior mercado mundial em Internet, os Estados Unidos, o número de horas dedicadas à Internet já se igualou à Televisão. O interessante é perceber que o número de horas em frente à TV não diminuiu. Aumentou o tempo conectado à Internet: em média 52 horas mensais. Estudo do Ibope Nielsen, de junho, revela que esse número era de 45 horas mensais no Brasil.

Quando o assunto é redes sociais, o Orkut ainda lidera absoluto em termos de usuários: 79% dos internautas brasileiros. O Twitter tem 17% e Facebook 11%. Mas em 2010, o Orkut deixou de ser líder na Índia e a tendência é isso acontecer no Brasil em 2011.

Já o Facebook vem com tudo. Já está entre os 10 sites mais acessados no país, acima do Twitter. A disputa vai ficar acirrada e quem ganha com isso é o internauta. Um exemplo? Essa semana, o Orkut passou a permitir atualizações gratuitas via SMS – o recurso ainda é limitado a celulares TIM mas é um bom começo.

E isso é uma tendência – integrar redes sociais, celulares, sites e, consequentemente, pessoas. O crescimento dos smartphones no mercado mobile impacta fortemente e aumenta o número de horas conectadas.

Dessa forma, é hora de criar ambientes mais interativos e que mantenham o internauta por mais tempo dentro de um mesmo site. O que poderá ser o diferencial? Aplicativos para redes sociais e aparelhos como IPad/IPhone. Percebemos nesse ano um início de esforço nessa área.

E 2011 pode ver o boom dos aplicativos – a nova onda começa a se formar. Sem esquecer da TV Digital (e do 3D), da evolução dos sites de compras coletivas, do novo sistema operacional Google, da expansão do LinkedIn, do aumento do número de pessoas comprando online…. Sua empresa já tem uma estratégia para a onda 2011?

São muitas novidades mas uma coisa permanecerá: as evoluções tecnológicas só fazem sentido a partir do momento em que servem como meio para estabelecer o diálogo entre pessoas.