(11) 2391-2275 - (21) 2391-7727 - (31) 2595-0730 - (32) 3026-2640 - Whatsapp: (11) 97352-2675 digital@edialog.com.br
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Avalie)
Loading...

O poder de abrangência das mídias sociais é de difícil mensuração. Mas podemos ter uma idéia a partir das campanhas que acontecem na diferentes redes. A grande onda de solidariedade que se formou para ajudar as vítimas das chuvas na região serrana do Rio de Janeiro é impressionante.

Milhares de blogueiros aderiram a campanhas em todo o Brasil e os post divulgados pelo Twitter são incontáveis.  No Facebook, além das divulgações, as causas (‘Causes’) tem se multiplicado e os membros trocam informações e dicas para ajudar. As comunidades no Orkut já tem tópicos oficiais. Enfim, uma grande rede de solidariedade já se formou.

Esta semana, O Globo divulgou uma lista de armas usadas pelo governo para combater as tragédias da região. As redes sociais têm sido grandes aliadas dos órgãos oficiais nos esforços de salvamento e suporte às vítimas da tragédia. Com as redes de telefonia afetadas, muitas pessoas que estão nas áreas atingidas também recorrem a Twitter, Orkut, Facebook e blogs para informar sobre grupos em áreas isoladas que ainda precisam de socorro.

O governo do Estado criou listas no Orkut para cada localidade onde todos podem postar informações sobre as cidades e ajudam o trabalho da Defesa Civil. Confira na matéria do Globo os links das comunidades. No perfil @GovRJ do Twitter, informações de resgate e das prefeituras são postadas.

O Formspring virou um canal para solucionar dúvidas sobre os serviços prestados pelo governo. O Facebook já tem diversas causas voltadas para o tema e um mapa do Google foi organizado com a localização de todos os postas de coleta de doações.

A grande rede de solidariedade se formou e é fácil ajudar. Só depende de um clique, uma simples busca em qualquer rede social.