(11) 2391-2275 - (21) 2391-7727 - (31) 2595-0730 - (32) 3026-2640 - Whatsapp: (11) 97352-2675 digital@edialog.com.br
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Avalie)
Loading...

Consultorias ou agências de publicidade já são comuns hoje em dia. Recentemente, uma nova categoria emergiu: as agências de redes sociais, como a E-Dialog. Como essa é uma novidade, há dúvidas sobre o que faz uma consultoria em mídias sociais. Em 3 tópicos, vamos esclarecer algumas das perguntas mais comuns.

1) Por que contratar uma agência específica para redes sociais?

A especialização é cada vez mais necessária. Um agência de redes sociais, por ser especializada, possui uma equipe de profissionais com experiência em marketing e comunicação na Internet. Um exemplo é a própria E-Dialog – o pré-requisito para trabalhar conosco é já ter feito parte de ações na Internet e, se possível, ter estudado a área (cursos, trabalhos acadêmicos, etc). Não basta apenas atualizar perfis – há muito planejamento envolvido, sistemas de mensuração complexos e de ROI (Retorno sobre investimento) que, se não forem bem executados, resultam em fracasso nas ações online. E isso você não aprende apenas possuindo um perfil no Twitter.

2) E se eu colocar alguém do meu setor de comunicação para atualizar minhas redes sociais?

Produzir para redes sociais não é o mesmo que produzir para meios “offline” ou outras mídias. Ainda que pareça ser uma afirmação óbvia, ela não é. Compreender as possibilidades dos meios online e saber utilizá-los para alcançar objetivos não é uma tarefa simples. Quando for contratar um serviço em redes sociais ou contratar um profissional, peça a construção de um plano de comunicação digital – quem não for do ramo terá uma dificuldade imensa e você vai poder entender se o investimento é seguro ou não.

3) Qual o diferencial de uma agência de redes sociais?

Em uma agência de redes sociais, as funções são mais direcionadas a projetos. Existe a equipe do projeto, com seus especialistas – que vão desde programação até a gestão de crises. O profissional que trabalha com a Internet precisa de uma formação mais ampla – não basta apenas ter bons textos se não conhecer o funcionamento de aplicativos ou as limitações de um portal, por exemplo. O trabalho é muito próximo ao cliente e exige um contato quase diário – praticamente nos tornamos membros das empresas as quais prestamos serviços.

Tentei resumir alguns dos pontos mais comuns. O trabalho em redes sociais exige um alto grau de conhecimento das ferramentas disponíveis e dos processos de marketing/comunicação. Tudo isso, produzido em contato constante com os clientes.