(11) 2391-2275 - (21) 2391-7727 - (31) 2595-0730 - (32) 3026-2640 - Whatsapp: (11) 97352-2675 digital@edialog.com.br
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Avalie)
Loading...

Estudo do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC), divulgado em 3 de fevereiro de 2015, conclui que o brasileiro confia mais nas compras pela internet. Dos entrevistados, apenas 8% afirmam não comprarem na rede pelo medo de serem enganados.

O levantamento foi feito na primeira semana de 2015 com quase 700 pessoas em todas as capitais do país. De acordo com o SPC, o índice de satisfação foi de 9,3 (em uma escala de 0 a 10).

O estudo ainda indica que o crescimento das compras pela internet foi mais forte nos últimos dois anos. Cerca de 20% dos entrevistados afirmaram que fizeram sua primeira compra online em 2013 ou 2014. Detalhando melhor os números, 23% dos consumidores são mulheres, 26% são das classes C, D e E e pessoas que não cursaram a universidade representam por 36%.

Fonte: Mashable

Fonte: Mashable

A maior parte do público que faz compras virtuais é das classes A e B, com idade entre 35 e 49 anos.

Por que fazer as compras pela internet?

Perguntados sobre as vantagens das compras online, os entrevistados listaram a comodidade, preços baixos, economia de tempo e facilidade para comparar produtos e comprar a qualquer hora.

Além disso, os produtos mais procurados em 2014 foram os eletrônicos, livros e calçados. Ainda estão na lista: roupas, eletrodomésticos, seguros, pets e food delivery.

Consolidação

Os números positivos apontam para a consolidação do e-commerce, o comércio eletrônico no Brasil. As compras pela internet aumentam ano após ano. No primeiro semestre de 2014, o Brasil registrou um aumento de 26% nas compras pela internet e faturou 16 bilhões de reais, de acordo com o E-bit.

Com a confiança crescendo, como indica o estudo do SPC, a tendência é o mercado virtual passar a significar cada vez mais para o comércio. Uma área que tem muito a crescer, já que, no ano passado, cerca de 9,1 milhões de pessoas fizeram compras pela internet pela primeira vez.

Os resultados ainda apontam para o mobile commerce, as compras feitas pelos celulares e tablets. Em um ano, houve um aumento de 84% nas compras efetuadas por esses dispositivos móveis, aumentando a importância de anúncios para celulares e sites responsivos.

O que isso significa?

Significa que é uma boa hora para sua loja/empresa/marca pensar em um auxílio especializado em internet e marketing digital. Mexer com a rede não é tarefa simples ou fácil. Existem dezenas de ferramentas que podem otimizar as suas vendas. Desde anúncios no Google e trabalhos para melhorar o posicionamento do seu site em pesquisas por determinadas palavras-chave a aumentar o fluxo de visitas à sua página através das redes sociais.

Com o brasileiro comprando mais pela internet, devemos esperar mais produtos e mais facilidades sendo ofertadas ao usuário na rede. Com as pessoas passando mais tempo conectadas, surge uma oportunidade valiosa de atingir o seu público-alvo de forma ainda mais específica e segmentada, ou seja, falar diretamente com o seu cliente.

Logo, uma tarefa dessa importância não pode ser deixada de lado. Investimentos em internet e redes sociais compensam, sim, para grande parte do mercado. E, para ser profissional, o ideal é confiar esse serviço a pessoas especializadas, e não a um sobrinho que “sabe mexer no Facebook”.

Os números estão aí e as oportunidades também. É hora de aproveitá-las!

Fontes: Olhar Digital e Jornal Hoje

Leia mais no blog da E-Dialog:

Por que apostar ainda mais nas redes sociais em 2015?

As perspectivas para o mobile marketing em 2015

Como usar o Youtube para sua empresa

Comportamento nas redes sociais é analisado em relatório da FAAP