(11) 2391-2275 - (21) 2391-7727 - (31) 2595-0730 - (32) 3026-2640 - Whatsapp: (11) 97352-2675 digital@edialog.com.br
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Avalie)
Loading...

O Núcleo de Inovação em Mídia Digital da FAAP (Fundação Armando Alvares Penteado) acabou de liberar o relatório Mídias Sociais 360°. O objetivo do documento é analisar o comportamento nas redes sociais de fãs e seguidores das 100 maiores páginas/perfis do Brasil. As plataformas são as quatro mais usadas na rede por usuários brasileiros: Facebook, Youtube, Twitter e Instagram. O relatório é trimestral e, nesse de janeiro, refere-se aos últimos meses de 2014.

Notícias são mais sedutoras que marcas

Na mais recente compilação do Mídias Sociais 360°, produzido em parceria com a Socialbaker, empresa referência mundial em monitoramento de marcas nas redes sociais, um dos dados mais relevantes foi a prevalência do segmento de mídia e notícias sobre o de marcas institucionais. O comportamento nas redes sociais dos usuários brasileiros aponta para um interesse maior por notícias. O segmento recebeu 2,45 milhões de fãs no último trimestre de 2014, enquanto as marcas contaram com 2,41 milhões. E não para por aí.

Trecho do relatório Mídias Sociais 360°

Trecho do relatório Mídias Sociais 360°

No Twitter, o padrão se repete. Além dos veículos de comunicação, celebridades e pessoas comuns angariaram mais seguidores do que as marcas. A disparidade é maior: mais de 224 mil novos seguidores engrossaram os números de famosos e da mídia, enquanto as marcas receberam cerca de 18 mil novos fãs.

No entanto, isso não significa que o comportamento nas redes sociais aponta para um empobrecimento da área para marcas e instituições. Só mostra uma preferência maior por outro segmento.

Prova disso é a Black Friday. As interações nas plataformas pesquisadas registraram um pulo de 43 mil, na Black Friday de 2013, para mais de 265 mil na BF de 2014.

Outras conclusões

O estudo ainda aborda vários outros aspectos de comportamento nas redes sociais de usuários das plataformas. Veja:

– Tempo médio de resposta de acordo com os segmentos pesquisados;

– Número de curtidas de publicações;

– Formas de interação do usuário;

– Filtros utilizados (Instagram) – preferência por fotografias sem filtro, que hoje são 89% das postagens feitas no Brasil;

Ficou interessado?

Para ter acesso ao Mídias Sociais 360° completo, o relatório, todo em forma de infográfico, pode ser baixado nesse link aqui.

 

Leia mais:

Quais são as redes sociais mais acessadas do Brasil?