(11) 2391-2275 - (21) 2391-7727 - (31) 2595-0730 - (32) 3026-2640 - Whatsapp: (11) 97352-2675 digital@edialog.com.br
1 vote, average: 5,00 out of 51 vote, average: 5,00 out of 51 vote, average: 5,00 out of 51 vote, average: 5,00 out of 51 vote, average: 5,00 out of 5 (1 votos, média: 5,00 de 5, avaliações)
Loading...

Cada vez mais empresas estão recorrendo a produção de vídeos como uma ferramenta para posicionar suas marcas, prospectar novos clientes e divulgar conteúdos relevantes para o universo de parceiros e para os próprios colaboradores da instituição.

Porém, a necessidade de se adequar a essa nova linguagem com rapidez, muitas vezes faz com que o posicionamento audiovisual na web acabe sendo feito internamente e com pouca qualidade. Afinal, a não ser que você seja uma produtora de vídeo, você entende do seu negócio, não desse universo amplo que é a produção audiovisual, certo?

Muitas vezes a falta de domínio para a produção de vídeos pode acabar depondo contra a própria empresa. É feio ao apresentar um vídeo sem um mínimo de qualidade.

Porém nem tudo está perdido! Neste artigo, separo algumas dicas para quem quer começar a produzir conteúdos audiovisuais para sua empresa, mas ainda não possui uma capacidade de investimento para a terceirização do serviço  ou uma estrutura interna de comunicação voltada para esse segmento.

Você pode fazer vídeos bem feitos usando equipamentos e técnicas simples que estão mais perto que você imagina. Veja as dicas abaixo:

1. Cuidado com a sua imagem

Você não precisa de uma câmera de última geração para conseguir gravar seus vídeos com uma boa imagem. Muitos dos vídeos rápidos que circulam pela internet são feito com câmeras amadoras e até mesmo com celulares.

A não ser que seu conteúdo seja destinado ao Instagram Stories, filme sempre na horizontal! Lembre-se: temos um olho ao lado do outro e não acima do outro. Gravando desta forma, seus videos ficam mais agradáveis e “legíveis” para seus espectadores.

Estabilize sua imagem! Ninguém gosta de assistir a um vídeo tremido. Você pode apoiar o celular em uma mesa ou objeto próximo para deixar a filmagem bem posicionada. Em alguns aparelhos, você pode até mesmo adquirir uma capinha que possua a furação para encaixar pequenos tripés. Improvise! O que não vale é deixar sua imagem parecendo um terremoto.

Lembre-se da iluminação! Use a luz natural ao seu favor. Não filme em ambientes que tenham uma fonte luminosa muito forte atrás do objeto ou da pessoa que você está captando. Ao filmar desta forma, as câmeras tendem a deixar o fundo muito claro e o primeiro plano, que é o que importa, escuro.

2. Atenção ao Som

De nada adianta uma imagem bem feita se o som está inaudível ou muito poluído. Opte por gravar  em ambientes mais tranquilos e com pouco eco. Quanto mais amplo e vazio o ambiente, maior a probabilidade que o som de seu material reverbere. Isso acontece porque as ondas sonoras ao irem de encontro a uma superfície e rebaterem em outra na mesma direção acabam gerando o efeito de eco. A dica é gravar em uma sala com bastante mobiliário e outros “barreiras” que impeçam as ondas sonoras de se chocarem.

Use microfones! Caso você ainda não possa investir em um,  o microfone do próprio fone de ouvidos do celular pode funcionar com uma espécie de microfone de lapela. Em alguns casos, você consegue esconder o fio por dentro da blusa e  ainda ter uma boa distância para posicionar a câmera. Caso você domine algum software de edição de vídeo, a dica é usar um celular escondido no bolso da camisa (ou usar o fone do aparelho para captar apenas o som) e um segundo aparelho  para gravar apenas o vídeo. Posteriormente, basta sincronizar o som de um aparelho com a imagem do outro para obter um vídeo com qualidade sonora muito boa!

3. Atenção ao seu redor e ao gestual

Evite gerar distrações para o espectador. Grave em um ambiente que você se sinta a vontade e que o foco da produção seja você. Tente não gesticular muito e fique de olho se não há nenhuma distração visual que possa tirar a atenção do espectador. Pessoas passando ao fundo ou a tela de um computador piscando podem tirar o foco da atração principal: você!

Imagem de uma câmera, claquete e um homem gravando, para mostrar como gravar vídeo mesmo sem grana

4. Conteúdo, conteúdo e conteúdo.

De nada adianta uma boa imagem e um bom som se o vídeo não possui uma conteúdo apresentado de forma atrativa. Para isso, seja objetivo e passe confiança no que você está dizendo. Seus espectadores não tem tempo a perder e é preciso prender a atenção de quem assiste a todo tempo. Você pode criar uma introdução instigante através de alguma pergunta,  citação de um dado recente ou até mesmo de uma afirmação controversa que gere curiosidade. Faça perguntas a si mesmo e responda-as. Isso gera empatia. Lembre-se de falar a linguagem do seu público-alvo, mas seja você mesmo.

5. Invista em seus vídeos!

Está mais que comprovado que o audiovisual gera resultado para as empresas. Essa é uma afirmação que pode ser confirmada a partir de uma previsão ousada feita por ninguém menos que o Diretor Geral do YouTube no Brasil. Segundo ele, o consumo de vídeos online deve mais do que dobrar nos próximos três anos e chegar a marca de em média 3h por dia.

Desta forma, assim que sentir os resultados, invista para melhorar a qualidade e o conteúdo dos seus vídeos. Isso pode ser feito adquirindo alguns equipamentos básicos ou até mesmo contratando uma empresa para produzir a identidade visual da sua marca com animação, por exemplo.

As animações são um investimento interessante, pois costumam ser mais baratas que a mobilização que envolve a gravação de um vídeo profissional e geram um resultado muito bom.

Você pode investir na criação vinhetas de abertura por exemplo. Mas atenção: cuidado com os templates! Existem diversos sites que vendem vinhetas e outros tipos de animações “pré-fabricadas”. Mas pense: você não gostaria de entrar nas redes do seu concorrente e ver o mesmo modelo de vinheta da sua empresa apenas com a logomarca diferente no final, correto?

Conte com uma produtora para profissionalizar seu trabalho e invista no marketing digital para direcionar seu conteúdo as pessoas certas. O processo não é imediato, mas o resultado é garantido ;)

Sobre o autor do texto: Daniel Couto é Sócio-Proprietário da Impulso Audiovisual, Jornalista e Mestre e Cinema e Audiovisual pela UFJF.

 

Leia também:

Leia também

Prepare-se! Facebook anuncia novas mudanças no fee... Administradores de páginas do Facebook, atenção! Mark Zuckerberg e seus asseclas anunciaram novas mudanças no feed de notícias e a mensagem é essa: co...
3 Dicas para Reduzir os custos de Marketing Digita... O marketing digital já está consolidado como um grande aliado das pequenas e microempresas que buscam soluções para aumentar as vendas e fidelizar cli...
Estimativa de valor do Instagram é 33 vezes maior ... Mark Zuckerberg ainda prova que seu tino comercial e visão estão acima da média. Três anos após a compra do Instagram pelo Facebook, em 2012, a plataf...
Atualização do WhatsApp traz série de melhorias O WhatsApp foi lançado em 2009 e veio para praticamente matar as velhas mensagens, torpedos, SMS, como você preferir chama-las. O que antes nós pagáva...